Vazio Existencial

O vazio existencial está presente na nossa vida , em maior ou menor grau. É sentido e vivenciado em inúmeras circunstâncias. Ele emerge diante de situações peculiares e às vezes estressantes, diante dos vários lutos e perdas É vivenciado, de forma explícita ou implícita, no nosso cotidiano.

O individuo sente-se incapaz de se autorregular, de se cuidar,de prover o que precisa, daí pode surgir a depressão,e é justamente na depressão que essas questões se tornam mais fortes e mais presentes.

É na depressão que a solidão se torna mais evidente, a sensação de estar sozinho consigo mesmo diante do mundo se aprofunda. Há um embotamento dos sentimentos, das relações e da vida como um todo. A existência perde seu significado, o indivíduo sente-se vazio, abandonado, insignificante.

Com a depressão, ele se vê diante de si mesmo e começa a se questionar acerca de sua vida e do significado de sua existência.

O vazio existencial também pode ser entendido, preenchido, amenizado, acolhido e abraçado em algumas circunstâncias – sejam elas através da filosofia que tenta apreender e explicar a sua essência; através do trabalho que proporciona ao indivíduo um sentido de utilidade e bem-estar; por meio das artes de uma forma geral, visto que as mesmas preenchem ou extravasam sentimentos e vivências; com a religião que consegue dar ao indivíduo um sentido e sentimento de transcendência; ou mesmo através da Terapia que proporciona um verdadeiro mergulho na sua essência, possibilitando-o entender-se e aceitar-se tal como verdadeiramente é. Buscar e desenvolver mecanismos de autorregulação.

Autor: | 2018-02-01T18:09:08+00:00 janeiro 24th, 2018|Relacionamentos|1 Comentário

Sobre o Autor:

Um Comentário

  1. X janeiro 26, 2018 at 1:15 am- Responder

    O vazio engloba tantas coisas, e você conseguiu colocar todas em um texto sucinto.
    As vezes tento preencher esse vazio com o sexo, mas acabo me enterrando na solidão, e aumentando esse vazio.

Deixe um Comentário