Depressão Pós Carnaval

Carnaval – a melhor época do ano! Mas infelizmente, como tudo o que é bom, o carnaval também tem o seu fim. É fácil de superar o fim do carnaval? Não é não. E é por isso que se vem notando um fenômeno muito particular entre os foliões a Depressão Pós-Carnaval! Cuidado, pois você pode ser uma vítima desse mal também!
Para você que anda meio perdido agora que o carnaval acabou, separei alguns sinais de que você está vivendo uma Depressão Pós-Carnaval. Afinal, o que fazer com o resto dos dias do ano agora?
Você ainda não superou todas as paixões que rolaram durante o feriado
Seu corpo indica que está de ressaca em todos os sentidos possíveis
“Quarta-feira de cinzas” nunca fez tanto sentido – porque de você sobrou só o PÓ
Você fica ligado em todas as festas “pós-carnaval” que ainda vão rolar

O clima de depressão pós-carnaval é bem parecido com o sentimento ruim que algumas pessoas sentem no final de domingo. Segunda-feira pela manhã parece o pior dia da semana. O final do domingo, o horário mais depressivo.
Sugiro para os foliões mais tristes com a despedida do Carnaval, e ansiosos pela próxima festa, que façam uma reflexão. Se você de tempos em tempos tira férias, se sai para aproveitar alguma diversão. você pode experimentar ser fiel a si mesmo e se perguntar ‘quais fantasias eu ainda estou vestindo e por que estou me sentindo mal?”.
O pós-Carnaval, assim como a segunda-feira, só é ruim para quem não aproveita a semana, não se diverte e não se colore todos os seus dias,. Eu diria para essas pessoas tentarem transformar a sua rotina aos poucos, ter uma vida mais preenchida de coisas boas, de atividades prazerosas. Cada pessoa é responsável por viver uma vida mais prazerosa e se priorizando, desde um passeio, uma atividade física, pequenas viagens, conversar com os amigos. Procurar se sentir bem, sentir o gosto das pequenas coisas e não aproveitar apenas o Carnaval, somente as festas, para se divertir.

Autor: | 2018-02-16T13:19:21+00:00 fevereiro 16th, 2018|Qualidade de Vida|0 Comentário

Sobre o Autor:

Deixe um Comentário