Ame-se, ame o seu corpo.

Gostar de si é estar em paz e ajuda-nos a aceitar e ter prazer com a nossa sexualidade porque ficamos bem com nosso corpo. Se você acredita que é sexy, você é sexy, e sentir-se de fato alegre, vibrante e completamente apaixonada pela vida é um excelente afrodisíaco.

O que isso tem a ver com a falta de orgasmos?

Esse pode ser um fator decisivo. Se a sua autoestima ou autoconfiança abaixa, pode gerar uma corrente de pensamentos, consciente ou inconsciente, quando estiver fazendo sexo e isso a impedirá de atingir o clímax.

Construindo a autoestima

Se você sofre de baixa autoestima, você provavelmente não alcançará todo seu potencial na vida, e isso também afetará seu entusiasmo para o sexo e sua capacidade para o prazer, incluindo o clímax.
Sejam quais forem as razões para não pensar suficentemente em si mesma e nas suas habilidades, é importante lembrar que pode superá-las ou contorná-las, construir um nível saudável de bem estar, de autoestima e confiança e mantê-la.
Você está no comando de sua existência, controla suas atitudes e sua vida. Ninguém mais pode obrigá-la a negar o sentimento de valor próprio se você acredita em si mesma.
Essa crença é uma atitude que se escolhe, todos os dias.
Comece agora, você é uma pessoa maravilhosa com direito a ser feliz, a se realizar em todos os aspectos inclusive no sexual.
Comece hoje nutrindo a autoestima com uma mudança de atitude. Você pode elevar sua autoestima rapidamente de três maneiras: afirmação, razão e comportamento. Eles funcionam melhor em conjunto.

Ame-se

Se você se ama, será capaz de amar ainda mais os outros. Ame-se e terá percorrido boa parte do caminho para ser feliz com sua sexualidade, sensualidade e capacidade de sentir prazer e chegar ao orgasmo. Ame-se para receber e aceitar o amor daqueles a quem você ama.
Uma vez que você pense positivamente sobre si mesma, será muito mais fácil amar-se. O amor nem sempre é espontâneo, e sim uma emoção que escolhemos sentir. A construção completa da autoestima acaba com o pensamento do tipo” o que há para amar em mim?”, e permite que você veja suas inúmeras características adoráveis.
Muitas vezes, o amor por si é a chave orgástica, pois, se você não se amar ou achar que não deve se amar, poderá sabotar a habilidade para o clímax ao programar a conexão entre sua mente e seu corpo para não aceitar o prazer.
O orgasmo é um presente lindo e incrível que no damos. O melhor amante do mundo não será capaz de ajudá-la a ter ou “dar” um orgasmo se sua mente de alguma forma o rejeita.

O amor-próprio também lhe permitirá amar verdadeiramente seu parceiro, em vez de confundir esse amor com carência. Razões tão negativas não servem para o orgasmo __ na verdade, elas não trarão felicidade para qualquer aspecto da vida. Quanto mais você tentar agarrar o prazer sexual e forçar o orgasmo, menor a possibilidade de este acontecer. Por outro lado, se ceder ao amor por quer o amor ardente, incondicional, caloroso e sincero, certamente abrirá as portas para o prazer e a alegria de todas as formas, incluindo o orgasmo.

Ame o seu corpo

Se alguém quer fazer amor com você, tenho certeza de que é porque a acha bonita, interessante e sensual, quer que você se encaixe nos padrões da beleza, quer não. O que há de mais sensual para seu parceiro é sua disposição para esquecer a aparência e entregar-se ao prazer compartilhado por você. É verdade que os homens se excitam mais visualmente do que as mulheres, logo, adorarão olhá-la. Mas tudo o que querem, o mais rápido possível, e ficar grudados, sentindo seu corpo junto ao deles, seu cheiro, seu gosto e sendo amados por você. Portanto deixe sua inibição de lado, ela não vai te ajudar em nada. Em todos os sentidos, aprecie a beleza de seus corpos enquanto movem-se juntos, mas use-a como um afrodisíaco, nunca como critica ou para desviar a atenção do prazer de fazer amor.

E se não há muito do que gostar? Então transforme-se!

Seguramente, a maioria de nós, em algum momento ou em diversas vezes na vida, não gosta de alguma característica, algo na aparência, então esse talvez seja o momento de mudar.

Comece pensando onde você gostaria de estar, como gostaria de estar e o que gostaria de conquistar. Você talvez queira fazer planos e começar a colocá-los em prática
Uma aparência fabulosa e riquezas não nos fazem felizes, a felicidade é uma atitude, um olhar para a vida que vê o que é bom ao nosso redor e entende o lado ruim, o que nos ajuda a apreciar as incontáveis bênçãos e o que nos traz conforto, vitalidade e paixão, a alegria na vida. Assuma o controle de sua vida e de sua atitude para com ela.

Kátia Horpaczky
Psicóloga Clinica, Psicoterapeuta Sexual, Família e Casal

By |2021-03-11T14:41:14+00:00março 11th, 2021|Sexualidade, Uncategorized|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment